Honey you're my golden star.
You're my treasure
Personagens Ask Twitter
SECOND CHAPTER

- Em breve? – Pres perguntou. - Vou esperar… Mas você não está namorando a Jéssica?

- Jéssica?! – Subitamente me lembrei dela. - Vou conversar com ela hoje… Não acho que nossa relação esteja legal… Não é mais como antes, sabe?! Talvez eu tenha enjoado dela e dos nossos dois anos de namoro. Não gosto mais dela, nossa relação esfriou, ou até mesmo congelou.

- Entendi. Difícil esse lance de terminar namoro de dois anos. Boa sorte! Mas eu gosto muito dela! Tahiti que ficará feliz com a notícia. Não sei por que ela não gosta da Jess… Então mano, vai nos levar em casa agora?

- Eu também não sei – Ri. – ,vou sim.

Levei as meninas em casa, mas antes passamos em um restaurante mexicano.

Cheguei em casa, tomei um banho, Jéssica me ligou e falei para ela vir aqui em casa, pois precisávamos conversar.

Jéssica chegou aqui em casa e eu falei para se sentar que precisava ter uma conversa séria com ela.

 Ela se sentou então eu comecei:

- Jéssica, você sabe que a nossa relação deu uma esfriada; e não tá mais legal, e… – Jéssica me interrompeu e começou a falar igual uma louca: 

- Você quer terminar tudo?! Dois anos de namoro pra isso?! Olha, eu não sei o que está acontecendo, mas eu vou dar um jeito; eu vou fazer tudo voltar a ser como antes, não vou deixar você se afastar de mim assim!

- Jéssica, olha só: calma; respira; não vamos voltar. Eu não quero mais; não adianta terminar hoje ou daqui dois anos, eu sei que você não é a mulher que eu quero para me fazer feliz. 

- Espera. Você está falando que eu não sou boa o suficiente pra você?! Você nem me chama mais pelo apelido que você me deu; você deixou nossa relação esfriar e agora está colocando a culpa em mim?! Por favor Peter Gene, por favor. 

- Não estou colocando a culpa em você, só fui sincero; talvez se você fosse mais compreensiva não estaríamos tendo essa discussão desnecessária; talvez poderíamos estar juntos até hoje. 

- Eu não fui compreensiva o suficiente?!

 - Não, você não foi. Se você tivesse me amado o bastante, eu não estaria me encantando com outra e querendo o número do celular de outra. 

- Que outra?! Então é isso?! Tem alguma vadia querendo nos separar?! Olha, depois de ouvir tudo isso, quem não te quer mais sou eu! Eu poderia aceitar tudo isso, mas traição não! 

- Eu não te trai; não sei nem porque falei isso. Mas já que você decidiu também: tchau; espero que possamos ser amigos. 

- Amigos?! Nunca. Mas você não vai me esquecer nem tão cedo. Aguarde.

Ela saiu porta a fora morrendo de raiva. Eu também tenho culpa, eu fui o mais sincero que pude não sabia que ela iria reagir desta maneira, enfim, me livrei dessa!

Fui deitar. Amanhã iremos fechar com um cara de um estúdio, e começaremos a compor o meu próximo álbum.

Olhei para a mesinha do lado da minha cama e vi o cartão da moça que nem se quer perguntei o nome. Se eu lhe enviar uma sms me apresentando, será que rola algo?

Logo após mandar o sms, fui dormir. Acho que amanhã será cansativo.

“Boa noite, desculpe o horário, mas não podia dormir sem me apresentar e sem saber o seu nome… Prazer, sou Peter Hernandez, e você? Antes que se esqueça, sou o cara que esbarrou em vc hj sem nem se quer se apresentar…”

LIZA POV’S

Cheguei no restaurante e logo encontrei Ed, sentado em uma mesa no fundo.

- Você está maravilhosa. – Ele disse assim que me sentei. – Alguém além de mim vai vir ao restaurante? Porque não me avisaram que o Ashton Kutcher viria…

- Bobo! Ninguém vai vir ao restaurante; e só em sonho Ashton Kutcher viria ao mesmo restaurante que eu! - Amo o Ashton Kutcher, ele é a minha paixão platônica.

-Então irei ligar pra Lena e perguntar o que aconteceu! Ou a noite foi boa ontem… – Ed falou e caímos na risada.

- Bobo!

Comemos, conversamos, e a comida estava ótima. Era um restaurante Francês, e eu particularmente amo comida francesa. 

Ed me deixou em casa, afinal, ele é meu vizinho. Subimos e logo que abri a porta, me deparo com Lena comendo um grande pote de sorvete, vendo um filme pra lá de depressivo.

Entrei, tirei os sapatos, desliguei a TV e falei:

- Cindi, o que houve?! – Mais uma vez a chamei de Cindi, apelido de Cinderela, para lembrá-la que aos meus olhos sempre será uma princesa, e não merece de forma nenhuma sofrer por um canalha. – Foi o safado do Joe de novo?

- Como você sabe? – Ela disse chorosa.

- Você só fica nessa vida depressiva quando ele apronta alguma; e sou sua melhor amiga, te conheço, esqueceu?!

- Não esqueci… – Ela me olhou como se tivesse terminado de falar e eu a olhei como se ela não tivesse nem começado. – É que eu decidi ir ao cinema. Entrei na minha sessão, e vi o Joe; mas ele estava com outra mulher. Estranhei, afinal, sempre que o peço para ir ao cinema ele não vai, diz que não gosta. Então sentei e fiquei observando, eles trocavam carícias, quando BUM, rolou um, dois, três, quatro beijos… – Antes de terminar de contar, ela começou a chorar.

Mas pelo o que conheço de Joe, deve ter visto Lena, e a ignorou.

Eu odeio o Joe. Ele é um GBO (grande bobo e otário). Ele não valoriza a Lena; só chama quando quer sexo; e a Lena ainda consegue ser apaixonada por ele!

Ele é lindo, mas beleza não é tudo. Beleza pra mim é apenas um detalhe, pois ela acaba, e deixa de esconder o monstro feio e terrível que existe dentro de você.

Falei para Lena ir tomar um banho e esfriar a cabeça, que depois conversaríamos sobre isso.

Fui para o meu quarto, coloquei meu pijama; fui a cozinha, tomei água, e voltei ao quarto, para pegar meu celular. Quando olhei as horas, me surpreendi: já era muito tarde. Notei um sms, era de um número desconhecido, mas eu logo soube quem era: o moço que esbarrei na rua mais cedo. Ele realmente usou o cartão…

Após responder, fui dormir, sem nem me lembrar da Lena… Eu realmente estava muito cansada. 

“Olá, não se importe com o horário… Prazer Peter, sou Elizabeth Bartolozzo.”

BRUNO POV’S 

Meu celular despertou, acordei, olhei a hora e vi uma sms. Deveria ser a resposta da moça bonita, e era mesmo. Mandei outra sms.

Levantei. Fui tomar banho, coloquei uma calça normal, blusa, casaco, e nada de bonés hoje; já me acostumei ao meu cabelo afro, e eu não sinto saudades do meu topete, gosto de coisas mais naturais e selvagens!

Ryan me ligou falando que viria aqui pra casa e depois iríamos encontrar o Phil e os caras já no novo estúdio.

Ryan chegou, e Dre nos levou. Chegamos na frente de um estúdio bem bonito. O nome era Picmu’s, o que eu achei interessante. Entramos e fomos à recepcionista para nos informar, ela nos indicou a sala que deveríamos ir e que lá encontraríamos um tal de Edgar Hardy. Fomos até a sala, encontramos o Edgar, conversamos bastante; ele estava muito entusiasmado, gostei disso.

Fechamos com ele, e ele me propôs fazer algo que eu goste, e também citou a palavra selva; acho que ele sacou o que eu queria. Logo que fomos embora, mandei uma sms a Presley, respondendo uma de suas perguntas feitas na noite anterior.

“Bom, Elizabeth, posso salvar seu número na minha agenda?”

“Elizabeth Bartolozzo”

LIZA POV’S 

Acordei, fui tomar banho. Decidi colocar uma calça azul, uma blusa preta, e um salto; prendi meu cabelo num rabo de cavalo, tomei café e fui trabalhar. Lena acordou atrasada, portanto não iria comigo.

LOOK LIZA:

image

Liguei para a oficina e me falaram que meu bebê chega amanhã. Estou pensando em fazer um seguro para o meu carro… Peguei o celular para escutar música e vi que tinha um sms, deveria ser do moço que esbarrou em mim…

- Que tipo de pessoa me pede isto? – Ri e logo depois, respondi. E a resposta veio imediata. Desci na minha estação e fui para o trabalho.

"Claro, mas posso saber o porquê?"

"Preciso do teu número para te ligar mais tarde e saber se já estará pronta para o nosso jantar. Quer sair comigo essa noite?"

"Vc é bem precipitado; mas eu quero sim."

"Precipitado?! Podemos deixar para o ano que vem, o que acha? Te pego ás 19:00. Vc mora no prédio daquela rua na qual nos esbarramos, não é?"

Há 1 ano 0 notas · reblog
Imagina andar na rua e esbarrar no Bruno ?! Que sonho o.O poste logo u.u está muito Divo ?
wejustbrunomars

HAHAHAHA Sonho mesmo! obg, acho que postarei depois de amanhã!

Há 1 ano 0 notas · reblog
FIRST CHAPTER!!!

MANDEM ASK DANDO A OPINIÃO DE VOCÊS SOBRE A FIC, É MUITO IMPORTANTE PRA MIM,  E ATÉ MESMO PARA SABER QUANTOS LEITORES (AS) EM MÉDIA EU TENHO, MUITO OBRIGADA, ESPERO QUE GOSTEM!          

Hoje eu acordei tão feliz que poderia jogar flores ao mundo, levantar-me diante o espelho e dizer: Eu te amo. Energia positiva, felicidade no ar… Algo me diz que hoje o dia será bom e diferente. 

Lena ainda está dormindo o que é de costume, mas vou acordá-la e a contagiar com minha alegria. Pulei em cima de Lena e disse: 

-BOM DIA FLOR DO DIA! Dormiu bem? Sonhou ou teve pesadelos?

Então Lena disse com a voz ainda embargada de sono: 

-Nossa! Seu bom humor ás sete da manhã já está me irritando… Posso saber o motivo de tanta felicidade assim?

-Hahahaha… Motivo?! Não tenho! Apenas acordei e percebi quão linda a vida é; quer um motivo melhor que esse?

-Ah eu quero sim, um motivo do tipo: faltarei ao trabalho hoje. – E caímos na gragalhada. 

-Falte! Mas depois não reclame do seu desemprego!

 Lena foi se arrumar e eu fui também. Tomei um banho maravilhoso, fiz minhas higienes e fui ao quarto escolher a minha roupa. Hoje o clima estava totalmente agradável: um pouquinho de frio, com a pontinha do sol saindo. Amo dias de sol… Já que o clima está assim merece um vestido básico florido, com uma sapatilha.

LOOK LIZA:

Me vesti, passei uma maquiagem básica, e fui tomar café. Terminei e fui até o trabalho, de metrô, pois o meu carro estava no concerto (um louco bateu na traseira do meu precioso bebê), acho que pego ele na próxima semana. Lena veio comigo, ela gostava de andar ás vezes, ainda mais em minha companhia.

 Chegamos ao trabalho, fui para a minha sala e Lena foi para a dela. Trabalhamos na mesma área, porém em setores diferentes, o que eu acho o máximo. 

A manhã passou rápida, já eram 14:00 da tarde, hora de ir pra casa. Fui até o ponto do metrô, e cheguei em casa bem rápido. Almocei e fui ver tv, e foi quando meu celular tocou, era o Ed, meu melhor amigo. Ele me chamou para sair a noite, e eu topei. Nos encontraríamos ás 20:00 no restaurante. 

(*)

Meu celular despertou ás 18:30, acordei e fui tomar banho. Tomei um banho maravilhoso, fiz tudo necessário, me enrolei na toalha e fui para o meu quarto. Hoje eu quero ficar linda… Ainda estou com a energia positiva da manhã. Coloquei minhas roupas íntimas, passei hidratante no corpo e coloquei uma roupa velha.

Assim que abri meu armário escutei o barulho da porta se abrindo, era a Lena. Ela chegou querendo saber onde eu ia, falei a ela, que na mesma hora deu um pulo e falou que ia escolher a minha roupa. Lena adora essas coisas. Ela pegou um vestido vermelho que ela ama (eu só usei duas vezes), ele é elegante e sexy pela sua cor. Ela me deixou escolher o sapato, coloquei um salto preto bem alto; e a maquiagem com uma camada de delineador e outra de rímel. Coloquei um batom vermelho que adoro e combina com a minha pele, afinal, sou branquinha com os cabelos dourados. Acho que fica bonito. Lena me olhou de cima a baixo e disse:

-Uau! Vai arrasar.

LOOK LIZA 

Eu agradeci e disse que não sabia a hora que voltaria.

Desci e chamei um táxi e fui caminhando distraidamente até o banquinho, quando esbarro em alguém. Minha bolsa caiu no chão e as coisas caíram de dentro. Olhei para frente para me desculpar, e vi um cara muito bonito, de cabelos cacheados, meio afro, um pouco mais alto do que eu, de pele morena e com a boca perfeitamente desenhada. Nos encaramos, pedi desculpas e ele disse:

-Me desculpe você. Estava distraído, e nem notei essa linda moça. Como? Eu não sei.

-Agradeço o elogio! Ah, sem problemas.

-Deixe-me ajudá-la a pegar suas coisas do chão.

-Ah! Claro, muito obrigada. 

Ele pegou o cartão do meu escritório que também caiu da bolsa e perguntou:

-Posso ficar com isso?

-Pode, mas é apenas o número de onde trabalho e meu celular. Por que iria querer?

-Talvez precise vê-la novamente. - Ele sorriu de um jeito “safado”.

-Tudo bem… - Ri de canto meio tímida.

Ouvi o barulho do meu táxi e uma moça muito parecida com o homem com quem me esbarrei o chamou, deveria ser irmã. Fui embora, e nem me despedi. Sou tão distraída… 

Dentro do táxi fiquei pensando que aquele rosto não me era estranho… 

(*)

 BRUNO POV’S

Decidi andar pelas ruas de Los Angeles. As meninas estavam lá em casa, eu sai e elas vieram logo atrás de mim. Eu estava andando distraído, dai esbarrei em uma moça, derrubei as coisas dela no chão e me desculpei. Fiz um elogio á ela, pois fiquei encantado com a sua beleza. Ela deixou cair um cartão, pedi para ficar comigo. Ela era tão linda, talvez eu poderia ligar para ela, e depois rolaria algo.

O táxi dela chegou, e Presley me gritou. Olhei para trás e quando me virei, a moça já estava a caminho do táxi, nem me apresentei e nem me despedi. 

Uma coisa que marcou foi o cheiro do seu perfume: ele tinha cheiro de primavera. E ela estava com um vestido vermelho, que a deixava sexy e elegante. Roupas vermelhas são o ideal para me seduzir. Vou mandar um sms a ela me apresentando. Me apresentarei como Peter, pois muitas mulheres se aproximam de mim com segundas intenções, mas não acho que será o caso dela, afinal, ela aparentou não me reconhecer e eu que estarei indo atrás dela.

Mas confesso que adoraria me apresentar como o cara que seguraria uma granada por uma mulher que não faria o mesmo por mim. Não é pra me gabar, mas, não são muitos os caras que fazem isso; e estou falando do Bruno Mars. 

Levei as meninas em casa, já que Jaime e Presley vieram me visitar. A Pres, como sempre, já veio me zoando:

- E ai mano, já estava dando em cima da moça? Ótima desculpa esbarrar nela por acaso. Ela não te reconheceu como Bruno Mars e te deu o número do celular?

- HAHAHAHAHAHA. Muito engraçada. Desta vez foi sem querer. Não, ela não me reconheceu, mas eu peguei o seu número, e dessa vez, fui eu quem pediu.

- Já gostei. Qual o nome da coitada?

- Coitada? Não deu tempo de perguntar! Mas lhe informarei em breve!

Por: Déborah Laplagne

Há 1 ano 0 notas · source · reblog
FANFIC ESCRITA POR DÉBORAH LAPLAGNE E BETADA POR JÚLIA VALENÇA, DEIXEM COMENTÁRIOS E IDEIAS.

Edgar Hardy: Ed é o melhor amigo de Liza e também seu vizinho, Ed é amigo de infância de Lena, tem 25 anos, nascido na Toscana, e decidiu ir para L.A junto com Liza para ser produtor musical, Ed também se formou em fotografia e tem um grande estúdio de fotos e músicas,  Picmu’s

Elena Mathews: Elena é a grande e melhor amiga de Liza.

Nascida em Los Angeles, Lena tem 26 anos, e é formada em Web Designer.

Elizabeth Bartolozzo: Personagem principal. Nacionalidade: Elizabeth nasceu na cidade de Toscana que fica na Itália.

Idade: 25 anos

Apelido: Liza

Profissão: Estilista de moda. 

Mora em um apartamento com sua prima e sua melhor amiga, Edgar é o seu melhor amigo e também seu vizinho.

Liza fala inglês, italiano e espanhol.

image

brunosleopardprintshirt:

New favourite picture.

marsgic:


FUTURASUICIDA ©